DESCRIÇÃO DOS ELEMENTOS FILTRANTES FORNECIDOS PELA HIDRUS TECNOLOGIA AMBIENTAL  

1 - RECHEIO (EM POLIPROPILENO) - BIOLAMELAS ®

BIOMASSA IDEAL

Os elementos BIOLAMELAS ® são especialmente elaborados para ajudar a natureza, a tratar de efluentes por ação bacteriológica naturalmente. As bactérias se fixam rapidamente na superfície dos elementos, e não são facilmente removidas por ação de hidráulica de lavagem ou choque de cargas orgânicas.

CRACTERISTICAS TÉCNICAS

Enchimento tipo filme em PP;

Área de contato : 150 m2/m3;

Material : PP; Soldado ou encaixado

Altura do perfil : 18,7 mm

Atende a norma DIN 19557 - Estação de tratamento de água residual.

ÁREA SUPERFICIAL ELEVADA

Os recheios deBIOLAMELAS® são utilizados para remoção final de DBO (Demanda Bioquímica de Oxigênio), nitrificação, denitrificação, controle de odores ou escalas piloto, possuem maior área de contato de até 190 m²/m³ . Assim como a área superficial de contato é importante, as aberturas em todas as direções facilitam o acesso do crescimento da biomassa sem contudo haver bloqueios.

Colônias de bactérias se estabilizam rapidamente e desta forma os reatores biológicos

necessitam de mínima atenção operacional mesmo quando existe sobrecarga no sistema.

ALTA CAPACIDADE HIDRÁULICA E DE REMOÇÃO DE DBO

Para tratamento secundário de efluentes sanitários as BIOLAMELAS®poderão tratar até 19,5 kg/d /m², da área da seção transversal do reator. O reator biológico equipado com BIOLAMELAS® pode absorver cargas hidráulicas muito baixas como 2,0 m³/m² dia até 190 m³/m² dia

Publicado em Catálogo

DESCRIÇÃO DOS ELEMENTOS FILTRANTES FORNECIDOS PELA HIDRUS TECNOLOGIA AMBIENTAL  

1 - RECHEIO (EM POLIPROPILENO) - BIOLAMELAS ®

BIOMASSA IDEAL

Os elementos BIOLAMELAS ® são especialmente elaborados para ajudar a natureza, a tratar de efluentes por ação bacteriológica naturalmente. As bactérias se fixam rapidamente na superfície dos elementos, e não são facilmente removidas por ação de hidráulica de lavagem ou choque de cargas orgânicas.

CRACTERISTICAS TÉCNICAS

Enchimento tipo filme em PP;

Área de contato : 150 m2/m3;

Material : PP; Soldado ou encaixado

Altura do perfil : 18,7 mm

Atende a norma DIN 19557 - Estação de tratamento de água residual.

ÁREA SUPERFICIAL ELEVADA

Os recheios deBIOLAMELAS® são utilizados para remoção final de DBO (Demanda Bioquímica de Oxigênio), nitrificação, denitrificação, controle de odores ou escalas piloto, possuem maior área de contato de até 190 m²/m³ . Assim como a área superficial de contato é importante, as aberturas em todas as direções facilitam o acesso do crescimento da biomassa sem contudo haver bloqueios.

Colônias de bactérias se estabilizam rapidamente e desta forma os reatores biológicos

necessitam de mínima atenção operacional mesmo quando existe sobrecarga no sistema.

ALTA CAPACIDADE HIDRÁULICA E DE REMOÇÃO DE DBO

Para tratamento secundário de efluentes sanitários as BIOLAMELAS®poderão tratar até 19,5 kg/d /m², da área da seção transversal do reator. O reator biológico equipado com BIOLAMELAS® pode absorver cargas hidráulicas muito baixas como 2,0 m³/m² dia até 190 m³/m² dia

Publicado em Catálogo

Introdução

A Hidrus é uma empresa que visa a produção e comercialização de equipamentos pré-moldados para tratamento de água e esgotos, procurando sempre a economia, justiça social, custos reduzidos, a ética e principalmente a proteção do Meio Ambiente, em conformidade com as especificações da ABNT 7229/93 e 13969/97.

A tecnologia, seus métodos, técnicas e qualidades são as mesmas da indústria francesa "NEVEUX" líder no mercado europeu em equipamentos para tratamento de águas servidas domésticas e industriais e outros produtos em fiberglass, polietileno de alta e média densidade, materiais estes atóxicos, absolutamente inertes à maioria dos agentes químicos, salinidades e totalmente recicláveis, com tempo previsto de decomposição, quando enterrados, estimado em 500 anos.

EXPERIÊNCIA PIONEIRA E EFICIÊNCIA COMPROVADA

A Hidrus desenvolveu o mais moderno e compacto sistema de tratamento de esgotos, através de Reatores Anaeróbios em fibra de vidro com capacidade para tratar efluentes de uma residência unifamiliar de 6 pessoas até 1.000 habitantes e em série podendo atender grandes populações de bairros e cidades, com eficiência de até 95% de redução da DBO.

É conhecido como Biodigestor Anaeróbio de Fluxo Ascendente, testado e aprovado pela CETESB/SP que já instalou este sistema em vários bairros da capital e interior.

      


Estação compacta de tratamento de efluentes